Eu gosto mesmo é de notar que os dados confirmados pelo Ministério das Finanças no início da notícia não são comentados pelo mesmo MF no final da notícia.

Ainda não consegui perceber se é mesmo estupidez, se apenas não deram toda a formação necessária nas redacções amigas para não deixarem tão visíveis as pistas da forma como o ministério de Teixeira dos Santos está a plantar notícias que nem eucaliptos na imprensa de Verão:

Governo deu menos de metade dos aumentos pedidos pelos sindicatos desde 2006

A excepção foi em 2009, com um aumento de 2,9%, ano em que houve três eleições.

De acordo com os dados recolhidos pela Lusa e confirmados pelo Ministério das Finanças, os aumentos dos trabalhadores do Estado são sempre menos de metade daqueles que são propostos pelas estruturas sindicais durante as negociações salariais.

(…)

A Lusa convidou as Finanças a comentarem estes dados, mas até ao momento não teve resposta.