… naturalmente que fala.

 A realidade é sempre outra, a conveniente, a perdida ou a não obtida.