A Lusa e muita comunicação social já escrevem letivo e seguem o Acordo Ortográfico, mas:

O Governo ainda não aprovou o vocabulário que será a norma do português europeu com o novo Acordo Ortográfico e a APEL não tem neste momento marcada qualquer reunião com o Ministério da Educação para acertar os pormenores necessários, nomeadamente os prazos para desenvolver o trabalho que lhe compete: colocar no mercado os livros escolares ao abrigo das novas regras.

Para além disso, só em 2011-12 se prevê a entrada em vigor do Acordo Ortográfico nas escolas e nos manuais escolares… sendo que, entretanto, este ano foram adoptados manuais em muitas disciplinas…

Goste-se ou não do Acordo, seria de esperar que a sua divulgação começasse exactamente… no sistema educativo…

Mas por cá começa primeiro na imprensa.

Ok.

Entendi-te!