Escola de Barcelos foi renovada e equipada há três anos mas fecha portas sexta-feira

Governo surpreende municípios com garantia de fecho de escolas

Associação garante que não se reúne há um mês com Ministério.

Câmara da Azambuja contesta fecho de escolas

Autarquia diz que não tem alternativas

Câmara de Rio Maior contra encerramento de quatro escolas no concelho

Lisboa: Assembleia Metropolitana exige “interrupção” do plano de encerramento de escolas do 1.º ciclo

Escolas fechadas e agrupamentos fundidos

O Sindicato de Professores da Região Centro (SPRC) acusa o Governo de estar a “ameaçar autarcas e escolas afirmando que, a bem ou a mal, estas vão encerrar e os agrupamentos fundir-se”.

Nas reuniões que estão a realizar-se com os presidentes de câmaras municipais, o Sindicato diz que “o discurso é claro: se os municípios concordarem, as escolas encerrarão; se não concordarem encerrarão na mesma, neste caso por decisão unilateral do Governo”.

Câmara Municipal de Montijo
Aprova por unanimidade Parecer Desfavorável sobre encerramento da EB1 n.º 2 de Sarilhos

Pais revoltados contra fecho da escola de Olhos de Fervença

Ontem foi dado o primeiro passo de uma “batalha” que promete. Ainda não eram 8h15 e os pais dos alunos da escola primária de Olhos de Fervença – única no concelho de Cantanhede sinalizada pela DREC para encerrar no próximo ano lectivo -, já estavam à porta do estabelecimento de ensino com os seus filhos a colocar uma longa tarja com dez cartazes na vedação da escola. Outros vinham chegando e juntavam-se ao protesto. Para já, a iniciativa é só para alertar «as entidades competentes», de que estão contra o encerramento da escola. Por várias razões. «Neste momento temos 11 alunos e no próximo ano recebemos mais oito, a escola recebeu beneficiações, tem excelentes condições e não se justifica que seja encerrada», diz à nossa reportagem Carlos Buco, preocupado sem saber para onde vão os seus dois filhos.