Mesmo entre as hostes alegristas:

Câmara de Resende fecha mais dez escolas

O presidente da Câmara de Resende anunciou hoje, sábado, o encerramento de mais dez escolas do ensino básico no concelho, passando os cerca de 400 alunos a frequentar um novo centro escolar.

Trata-se de “um investimento de cerca de dois milhões de euros”, que se integra no reordenamento da rede escolar do concelho, que deverá ficar concluído em 2012, quando se prevê que todos os alunos estejam agrupados em três centros escolares, disse António Borges.

Em 2006, com a abertura do Centro Escolar de S. Martinho de Mouros, a autarquia encerrou 14 escolas. Com o centro escolar de Resende, encerrará mais dez, restando apenas mais quatro escolas, que irão integrar o terceiro equipamento a construir em S. Cipriano.

O novo centro escolar, que abrirá portas em Resende no início do próximo ano letivo, inclui 21 salas de aulas, todas com quadros interativos e outros equipamentos considerados “essenciais ao bom funcionamento de uma escola”, sustentou o autarca.

O acordo entre a Câmara de Resende e o Ministério da Educação, através da Direcção Regional de Educação do Norte relativo ao encerramento das dez escolas, será assinado na próxima semana.