Já me foi dito que, por causa da manifestação de sábado, a afluência deve ser bem menor do que o esperado. Quanto à mesa da polémica, (oposta à das 10 horas de sábado) pelo que soube hoje, pela FNE estará Dias da Silva e pela Fenprof, Francisco Almeida do SPRC.

A menos que aconteça algum imprevisto (eu não dar com o caminho para o edifício ao lusco-fusco, ou imprevisto maior), lá estarei, com imensa pena que o confronto não mobilize quem está acima disto tudo. Não estou a lançar uma indirecta, é mesmo uma provocação. A menos que seja por causa de questões de representatividade.

Ou de assinatura das actas de 2009, o ano que desinteressa.

Desta vez acho que piscarei o olho ao Dias da Silva, por aparecer.