Quinta-feira, 27 de Maio, 2010


Killing Joke, Pandemonium

Em princípio está combinado. Dia 8 de Junho, pela manhã, na Secundária do Bocage em Setúbal, com moderação do João Paulo Maia, um debate sobre a Educação em Portugal com os professores Medina Carreira, Nuno Crato e este que s’assina.

Mais detalhes, óspois que hoje já estou mais para lá do que para cá, não adianta tentar escrevinhar nada.

(c) Antero Valério

O mérito deve ir para os colegas do Ad Duo que estudaram quase até à exaustão imensos acórdãos…

Bloguistas querem detalhes de acordo entre sindicatos e Governo

Os professores vão enviar requerimentos, ao abrigo da lei que regula o acesso a documentos públicos, a pedir as actas do acordo assinado em Janeiro entre os sindicatos e Isabel Alçada. Caso o Ministério da Educação recuse divulgar os textos, os docentes prometem apresentar queixas à Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos (CADA).

A iniciativa partiu dos blogues A Educação do Meu Umbigo e Ad Duo, que disponibiliza online os documentos que os docentes podem preencher, assinar e enviar para o Ministério ou, caso sejam sindicalizados, para o seu sindicato.

«A ideia é tornar mais transparente o que foi acordado. Não se percebe que, quatro meses depois, ainda não haja actas» – explica o bloguista Paulo Guinote, que tem protagonizado uma dura troca de palavras com o dirigente da Federação Nacional de Professores, Mário Nogueira.

Guinote acredita que, durante as negociações sobre a avaliação docente «podem ter ficado acordadas outras matérias com a ministra, que depois esbarraram na inflexibilidade do primeiro-ministro».

CDS-PP defende reflexão sobre custos de turmas com menos alunos

O CDS-PP manifestou-se hoje favorável à redução do número de alunos por turma e por professor, mas alegou que a actual situação financeira do país exige uma reflexão sobre os custos associados a tal medida.

Já me foi dito que, por causa da manifestação de sábado, a afluência deve ser bem menor do que o esperado. Quanto à mesa da polémica, (oposta à das 10 horas de sábado) pelo que soube hoje, pela FNE estará Dias da Silva e pela Fenprof, Francisco Almeida do SPRC.

A menos que aconteça algum imprevisto (eu não dar com o caminho para o edifício ao lusco-fusco, ou imprevisto maior), lá estarei, com imensa pena que o confronto não mobilize quem está acima disto tudo. Não estou a lançar uma indirecta, é mesmo uma provocação. A menos que seja por causa de questões de representatividade.

Ou de assinatura das actas de 2009, o ano que desinteressa.

Desta vez acho que piscarei o olho ao Dias da Silva, por aparecer.

Página seguinte »