Ministério da Educação afirma que cumpre sempre a lei

O Ministério da Educação afirma que vai responder à notificação do tribunal de Beja dentro do prazo estabelecido pela lei, que é de 15 dias. O tribunal administrativo de Beja decretou uma providência cautelar para impedir que a avaliação de desempenho conte para o concurso de colocação dos professores. O secretário de Estado Adjunto e da Educação, Alexandre Ventura, assegura que o Ministério da Educação cumpre sempre a lei, embora não revele se a tutela pretende cumprir a sentença.