Recebi por mail, com 10 exemplos  (aqui só incluo sete por alguns não conterem descrição, mas apenas identificação do material), tudo acompanhado com documentação visual a comprovar que não uso, por levantar algumas questões que podem ser delicadas, a menos que eu retire a identificação da escola.

Confesso-me culpado ocasional do «Boa Sorte», mas justifico com o facto de, em alguns casos, se tratar mesmo de sorte o preenchimento correcto de algumas respostas…

Partilho a embirração miltante quanto aos 3-, 3+ e congéneres em especial quando atribuídos no 3º período (pois!!!).

Caro Paulo!

Na sequência post “Coisas Incómodas” envio-te mais algumas coisas que fazem parte de um conjunto de peças a que vou dar o título de “Museu dos Horrores das Práticas Educativas”.

1 – Cabeçalho – Considero que as fichas de avaliação não dependem da sorte mas do conhecimento. Ao desejar-se boa sorte porventura, na correcção, o professor considera a possibilidade de se ter azar?
Será uma questão de sorte ou azar?

2 – FAA diária – Todos os dias, em que têm a disciplina, os alunos têm que preencher a ficha de auto-avaliação diária que, naturalmente, constituirá o registo de observações aula-a-aula do professor. Será?
No final de cada período por que se pede a auto-avaliação ao aluno?

3 – FAA diária 2 – Outra versão um pouquinho mais rigorosa.

4 – Mat. – Uma Ficha de Trabalho Fomativa com Classificação, que é dada para os alunos se prepararem antes da Ficha Sumativa e que vale, mais ou menos 10%, dos 80% atribuídos à componente do conhecimento. Ou seja, não vale nada!…

(…)
7 – Teste de Geografia, muito completo e com a Informação de MUITO BOM . Presumo que deva haver o MUITO BOM +, ou, quem sabe, o XL?

8 – Final do teste referido em 1, onde se reitera a BOA SORTE. Se calhar é mesmo precisa, para além dos conhecimentos ou competências, ou lá o que o professor quiser…

9 – Ficha de Trabalho Formativa 2 – Outra ficha idêntica à referida em 4, com uma correcção do cabeçalho para melhor!… Agora já não fala em Observação mas em Classificação. Saberá esta gente o que se pretende duma Ficha de Trabalho, duma Ficha Formativa, duma Mini Ficha de Avaliação, ou de um Teste de Avaliação?

(…)

A. F.