Das negociações ME/Sindicatos, para além dos documentos para consumo público, ficam outros papéis, só teoricamente secundários, que são as actas das reuniões.

Dizem-me que alguns sindicatos as disponibilizam para efeitos de investigação histórica e outras coisas assim. Dizem-me mesmo que estão dispostos a colocar tudo online para se saber o que se passou nestas últimas reuniões negociais.

Era bom, muito bom mesmo, em tempo de dúvidas e desconfianças.

Para que se soubesse o que existe para além do acordo e, já agora, para comparar como decorreram as reuniões com as diferentes delegações sindicais.

Tudo por causa da transparência, a menos que existam razões de Estado que o impeçam.

Até porque uma acta me parece ser um documento público. Isto é, se não for como aqueles anexos aos tratados de paz e alianças de outrora em que a versão pública era apenas uma pontinha de tudo o que ficava oculto das negociações e acordos estabelecidos.

A quem puder ajudar-me nesta demanda, ficarei muit’agradecido.