Queria informá-lo que na escola que me avaliou, ************* (escola da zona da Grande Lisboa, para os lados ali do IC19), o Director classificou todos os professores, que não solicitaram aulas assistidas ou que não desempenharam funções de avaliadores, com Bom, atribuindo a classificação numérica de 7 em todos os parâmetros da ficha de avaliação.
O argumento do referido Director é que a aplicação informática do Ministério da Educação não permitia outra classificação, tendo, como tal, o Director procedido a uma avaliação meramente administrativa. Mais ainda, o Director afirma que cumpriu ordens da tutela e que as escolas que procederam de modo diferente é que estão erradas.
Pergunta: como é possível, então, que a nível nacional se tenham utilizado diferentes pesos e diferentes medidas e que uns tenham um Bom – 9 diferenciado e outros um Bom – 7 administrativo?
Esta não será uma questão para ser denunciada pelos sindicatos e para em face delas e tomarem medidas?
M.