Seria bom que se percebesse que há novos programas de Língua Portuguesa, com novos manuais, para implementar no próximo ano lectivo.

Não sendo eu um entusiasta do Acordo Ortográfico fico, porém, como muitas reservas quanto à não simultaneidade da entrada em vigor de todas estas mudanças de forma concertada porque, desse modo, como se faz com os manuais? Trazem a grafia antiga e depois é necessário mudá-los? Trazem já a nova grafia e fazemos por ignorá-lo?

Ministério da Educação não avança com acordo ortográfico no próximo ano

A aplicação do acordo ortográfico nas escolas não vai entrar em vigor no próximo ano, anunciou a ministra da Educação Isabel Alçada, esta manhã, no final da abertura do seminário “O Impacto das Avaliações Internacionais nos Sistemas Educativos”, no Conselho Nacional de Educação, em Lisboa.