E assim não há acordo possível…

Professores: «Topo para bons» sujeito a vagas

Anúncio foi feito pelo secretário de Estado Adjunto e da Educação

Os professores avaliados com «Bom» vão poder atingir o topo da carreira mas sujeitos a um regime de vagas, em moldes ainda a definir entre Governo e sindicatos, anunciou o secretário de Estado Adjunto e da Educação, esta quinta-feira, escreve a Lusa.

Professores: «Bom» para chegar ao topo

Em conferência de imprensa, Alexandre Ventura afirmou que a tutela foi «absolutamente inequívoca» durante as reuniões de hoje de que a atribuição das classificações de «Muito Bom» e «Excelente» «está sujeita a quotas» e que «continua a existir» um processo de «contingentação», através de vagas, na carreira docente.

«Os docentes a quem sejam atribuídas as menções de “Bom” têm garantida a possibilidade de atingir o topo da carreira docente», afirmou o governante, acrescentando mais à frente: «com contingentação».