Terça-feira, 1 de Dezembro, 2009


Dire Straits, Sultans of Swing

Já tinha visto este caso na CNN e nem quis acreditar.

The Stupidity of Evil

Newsweek’s Maziar Bahari got in hot water with Iranian authorities when he gave a dead-pan comic interview to Daily Show correspondent Jason Jones. Fresh out of an Iranian jail, Bahari appeared on the Daily Show last night to discuss his experiences in the hands of the Revolutionary Guard. “It was stupid and funny at the same time,” Bahari says. His interrogator, who was fascinated with a paradise on earth known as New Jersey, offered assurances such as, “We treat our prisoners much more humanely than the Americans.” Bahari also discusses the way the Revolutionary Guard is tightening its control on Iranian society:

O resto está também no Youtube.

Será mesmo do estado em que estou ou só encontro coisas destas?

School Using Lap Dances to Treat ADD Closed, Your Tax $ Involved, But Will It Re-Open?

Are lap dances an effective therapy for attention-deficit hyperactivity disorder or drug addiction? It doesn’t seem like a question that should require a serious answer—but a state investigation of Oregon’s Mount Bachelor Academy (MBA) has substantiated allegations made by students and staff that such “therapy” was part of the school’s “emotional growth” curriculum and forced an emergency shutdown of the campus.

Just this June, the Supreme Court had decided in favor of a couple who sued for payment of MBA’s tuition to treat their son’s ADHD and marijuana problem. The Court determined [pdf] that parents of disabled children do have the right to seek such taxpayer support from a school district, even if they haven’t tried public special education first.

Sou um conservador, não me incomodando as mesas, ainda prefiro as bed-dances, metafóricas ou literais.

Fafe, é a tua vez de concordar.

Friedrich Engels, femminista o sessista?

Considerava la prostituzione un grave sfruttamento ma ammetteva: «Non farei altro che divertirmi con donne»

«La forma più evidente di sfruttamento è la prostituzione: questo è il modo in cui la borghesia attacca addirittura fisicamente il proletariato… La donna è sfruttata come oggetto della libidine maschile e come macchina per produrre figli». «Se avessi un reddito di 5mila franchi non farei altro che divertirmi con le donne, fino allo stremo. Senza le francesi la vita non avrebbe senso: ma finché ci saranno le grisettes, avanti tutta!». Parole dello stesso uomo, Friedrich Engels: perché nella nuova biografia scritta dallo storico britannico Tristram Hunt, The Frock-coated Communist: The Revolutionary Life of Friedrich Engels («Il comunista azzimato: vita rivoluzionaria di Friedrich Engels») tra le tante contraddizioni dell’industriale tessile amante della bella vita che scrisse con Marx Il Manifesto del Partito Comunista c’è anche la differenza impressionante tra la teoria e la prassi del suo rapporto con le donne.

Com o dariz bingado lembro-me da cena final mais demolidora e comovente de sempre numa comédia. Faz 20 anos e é o final da 4ª série do Blackadder, um verdadeiro monumento anti-bélico contra a estupidez humana e a gratuitidade dos falsos heroísmos.

Ver a cena desmontada pelos seus autores, então em busca de uma solução que lhes parecia escapar, é acompanhar como algo de sublime pode acontecer.

Sou um filho da geração da televisão. Enquanto outros evocam cenas de Capra, Ford, Fellini, Bergmann, Godard, Truffaut, Fassbinder ou mesmo Copolla, Scorsese e Lynch  (reservo os meus sagrados Hitchcock e Allen), eu relembro Rowan Atkinson, Richard Curtis, Ben Elton (argumentistas)  e John Lloyd (produtor).

Com o nariz pingado fico magnânimo para com o público feminino do Umbigo.

Is the Internet a Tool of Tyranny?

Did Christianity Cause the Crash?

Maltrato Zero

De nariz pingado assumo coisas estranhas, como postar este anúncio (quase) sublime da Reebok.

Em minha defesa, apenas que o conheci no blogue de um conservador com bom gosto.

De nariz pingado faço coisas estranhas.

Passo pelo Jugular e encontro reflexões tão profundas sobre o anonimato na blogosfera e o seu modo de usar que não percebo – eflúvios da dose dupla de xaropes, por certo – se são a favor ou contra. Se quanto a quem se assina Maria João Pires não conheço prosa regular que me (des)atraia, já no caso da Fernanda Câncio costuma perceber-se – para mal dos nossos pecados – o que escreve. Só que desta vez enrola-se tanto que

(já agora o Tiago Moreira Ramalho é aquele rapaz do PSD que na BlogConf o ditoso da nada levou parte do tempo a confundir comigo apesar dos 20 anos de diferença, para não falar do resto…)

Alguém já vive no admirável mundo novo da videovigilância? Isso alterou alguma coisa nos corredores das escolas? Alguém nota sinais de um maior civismo ou a miudagem e a jubentude aproveita para se exibir para as câmaras?

Pelas minhas bandas a videovigilância é um mito. Tomara que os tipos acabem de instalar a rede da net e aquilo comece a funcionar.

Contra todos aqueles que acham que undidos a Espanha estaríamos melhor:

Desemprego atingiu 10,2 por cento em Outubro

A taxa de desemprego em Portugal atingiu 10,2 por cento em Outubro, indicam números do Gabinete de Estatística da União Europeia publicados hoje, terça-feira.

Na zona euro, o desemprego manteve-se estável em Outubro face ao mês anterior, situando-se nos 9,8 por cento, a taxa mais elevada desde Janeiro de 1999, adiantam os dados do Eurostat.

Em Outubro de 2008, a taxa de desemprego na zona euro situava-se nos 7,9 por cento.

Nos 27 países-membros da União Europeia, a taxa de desemprego elevou-se para 9,3 por cento em Outubro, contra 9,2 por cento, em Setembro, e 7,3 por cento, em Outubro do ano passado.

Entre os Estados-membros, as taxas de desemprego mais baixas foram registadas nos Países Baixos (3,7 por cento) e na Áustria (4,7 por cento) e as mais elevadas na Letónia (20,9 por cento) e em Espanha (19,3 por cento).

Socialistas querem discutir corrupção “com quem sabe”

Esta conversa do combate à corrupção é algo que já cansa e enjoa, porque todos sabemos que são muito poucos os que, em situação de poder, ousam fazer algo de significativo nessa matéria.

Mais grave, aqueles que por isso parecemk pugnar – veja-se Cravinho – a certa altura cedem e aceitam cenouras suculentas para irem chatear para longe.

Era mais higiénico e saudável admitirmos que a corrupção em maior escala ou o factor c mais comezinho se institucionalizou entre nós e que dificilmente o país funcionaria sem ele.

Deve ser da medicação mas acho que, dada a generalizada incompetência da classe política e não só, os jeitinhos são a única maneira de se fazer alguma coisa entre nós.

E onde é que se encontra a diferença objectiva entre a corrupção pura e dura, comprovável em Tribunal, e o tráfico de influências feito à sombra de algumas organizações que só os iniciados detectam só de olhar?

Sendo que muitos desses ocupam exactamente os lugares-chave para não verem nada?

Neste dia, que comemora a restauração da independência e em que fomos invadidos por uma massa enorme de representantes ibero-americanos, qual deles melhor exemplo de nação impoluta e séria, talvez fosse mais simples deixarmos de carpir mágoas contra algo que quase ninguém quer verdadeiramente erradicar e usá-lo em nosso proveito.

Por exemplo, eu ainda hoje acho que aquele Mundial de futebol que veio para Portugal não veio pelos nosso belos estádios, nem pelos nossos belos olhos.

A menos que…

Se alguém se chocar com o que aqui fui escrevendo, poderei sempre alegar que é o resultado alucinatória da combinação medicamentosa dos xaropes.

Mas mesmo a sério… já pensaram em colocar a corrupção como numa mais-valia da Nação?

É aquele que consegue que a fase mais aguda da sua gripe calhe exactamente no feriado que é para não prejudicar o desenvolvimento normal das actividades lectivas.

Entretanto, vou tentar que esta tosse seca cá dos confins dos meu peito, não me faça sair as entranhas pela boca, de modo a amanhã já estar quase fresco e repolhudo para retomar a laboração.

(c) João Francisco (com um agradecimento especialmente comovido…)