Autor de petição sobre responsabilização dos pais satisfeito com discussão no parlamento

O autor de uma petição que pede uma maior responsabilização dos pais na educação dos alunos, hoje em discussão no parlamento, considera que “o mais importante é que as pessoas discutam o assunto”.

O parlamento discute hoje uma petição lançada pelo professor Luís Braga, que reuniu cerca de 17 mil assinaturas, em que defende uma maior responsabilização dos pais na educação dos seus filhos.

À Lusa, o professor de Viana do Castelo manifestou-se hoje satisfeito por verificar “que não estava sozinho” e que muitas pessoas se juntaram à petição, o que “é motivo de esperança”, mesmo que nenhum partido decida legislar sobre o assunto.

O docente entende que “a opinião dos professores não é levada em conta” na forma como o sistema de ensino é encarado e lamenta que não seja valorizada “a visão do professor que vive o dia-a-dia das escolas”.

Luís Braga também defende que a questão da Educação “não é só dos professores”, afirmando que recolheu o apoio de dirigentes de associações de pais que concordam com a petição e reforçaram que a questão “tem que ser reflectida”.

Luis Braga afirmou à Lusa que não estará presente hoje na Assembleia da Republica por estar, “à ordem do tribunal, como testemunha, num caso de promoção e protecção de um aluno”.