Para que conste e não importunem mais a visada, o que se segue não me foi enviado por ninguém da escola em causa. A minha palavra faz fé nesta matéria, a menos que alguém duvide. Não sou menos que deputado que falta para ir à caça e diz que a falta está justificada.

Estas foram as questões enviadas a Isabel Le Gué, como consequência das suas declarações a um jornal:

a) A citação, atrás referida, atribuida pelo jornalista Pedro Sousa Tavares à Drª Isabel Le Gué foi feita correctamente?
b) Se foi, em que práticas se baseou a Presidente do Conselho Executivo dessa Escola? Existe no Regulamento interno da escola alguma indicação sobre o apagamento das faltas?
c) Se não foi, solicitou a visada um desmentido?
.

O erro ortográfico menor, de mera acentuação, deveria passar em claro, não fosse proveniente das altas esferas do ME.

Anúncios