Quarta-feira, 29 de Abril, 2009


livro0002

Porque será que as fêmeas da espécie escrevem tão bem sobre crimes e mistérios?

APELO AOS CHEFES DOS MOVIMENTOS DE PROFESSORES:

Meus senhores,

Os professores deste país devem sentir, como eu sinto, um grande orgulho em vocês , pois foram capazes de congregar as  revoltas  de todos num  clamor  uníssono, que ecoou através do país, omo nunca.

Os ecos dessa revolta não se apagaram de todo.

Há batalhas que nós já ganhámos convosco. Outras se abeiram de nós. Precisamos ainda da vossa coragem, da vossa determinação, e, sobretudo, da vossa união.

Precisamos da vossa luz.

Não se apaguem em estéreis e bruxuleantes lamentações.

Não se digladiem, abracem-se!

Não se demarquem, unão-se!

Não se percam a esgrimir emoções, encontrem o núcleo das vossas razões.

Juntem-se, jantem, cantem e falem.

E depois, levem-nos aonde estiver a vossa e a nossa razão.

Cunha Ribeiro

convite11

Ingrid Michaelson, Be OK

Vamos lá falar do concurso das escolas TEIP

Sinceramente nem sei bem por onde começar.

Se calhar vou dar início “à coisa” pelo prazo de candidatura dos concursos…

Aquando da leitura do ponto 1 dos avisos de abertura, verificamos o seguinte:

Ao presente procedimento concursal aplica-se o regime previsto na Portaria n.º 365/2009, e subsidiariamente, as disposições do Decreto-Lei n.º 20/2006 com a redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 51/2009, e da Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de Janeiro”.

E deste modo, ficamos conhecedores do enquadramento legal dos ditos…

Continuamos a nossa alegre leitura e verificamos no ponto 7 as informações relativas ao “prazo de apresentação da candidatura”…

Uiiiiiiiiiiiii… 5 dias?! É pá isto vai ser apertado para reunir tudo o que é necessário, isto porque o registo biográfico está quase virgem no que respeita a informações relevantes para este concurso!!!

É pá… Espera lá!!! Mas o artigo 26º da portaria n.º 83-A/2009 refere qualquer coisa diferente:

A entidade que autoriza o procedimento estabelece, no respectivo acto, um prazo de apresentação de candidaturas, entre um mínimo de 10 e um máximo de 15 dias úteis contados da data da publicação no Diário da República”.

Poizé’… Ou sou eu que já não sei ler, ou isto está assim um ‘cadito’ estranho?!

E se esta fosse a única coisa estranha, estávamos nós bem…

Mas eu já volto com mais umas coisitas interessantes!!! Ou talvez não…

pub29abr09

Público, 29 de Abril de 2009

Ameaça de greve também paira no Ensino Superior

Página seguinte »