Jantar excelente com companhia a condizer, com convivas de Viana a Castro Verde, com um desvio por Castelo Branco e Guarda.

Um reencontro com o rodovalho, que eu não trincava há bons anos.

Para digestivo, algumas conversas interessantes e ideias sobre o que fazer a curto-médio prazo.

Não só, mas em especial com o Maurício e o Guilherme, algumas trocas de impressões sobre o estado disto e o que se pode fazer sempre numa base de responsabilização individual e proposta de alternativas.

As fotos, poucas minhas, muitas da Armanda, para divulgar a partir de amanhã. E que ninguém se sinta excluído. O local era público, entrava quem quisesse que se arranjava lugar à mesa.

Quanto à paragem do Teodoro nas Caldas da Rainha para compra de artesanato, eu depois acerto contas com o Paulo Prudêncio.