Ontem comecei a via sacra das auto e heteroavaliações. Eu sei que devem ser feitas por todas as razões que estarão a pensar, mais ou menos algumas.

Mas tem as suas compensações.

Na primeira turma em que as fiz, houve 100% de acerto na autoavaliação quanto às classificações que pretendo atribuir no final do período.

Há momentos em que chego a acreditar que as coisas quando são claras, são claras (e aqui não vai qualquer comentário subreptício de natureza étnico-cultural, ok?).