Momento 1

Venho do PCE.
Apresentou-me um papel com o título: “Notificação”, que dizia: ” Declaro que não entreguei os OI”.
Perguntei-lhe em que se baseava para me notificar. Disse que eu tinha que assinar porque ele queria que assim fosse.
Respondi-lhe que aquilo não era uma notificação. Se quisesse que eu assinasse, teria que lá escrever outra coisa, informação por exemplo.
Disse-me que iria escrever uma acta em como eu me recusava a assinar.
E eu respondi-lhe: à vontade.
Saí!

E sou a única neste agrupamento…

Momento 2

Paulo, isto é uma grande chatice. Nunca até agora me senti tão mal na escola (desde que tudo isto começou).

Soube, por portas travessas, que os PCE reuniram com a DREL e lhes disseram que TINHAM QUE NOTIFICAR quem não entregou os OI. Sei que houve ameaças veladas…

O meu atrapalhou-se todo, tal como os dos agrupamentos ao lado. Em vez de notificações (porque são mais espertos que o meu) obrigaram os profs a assinar um papel em que dizem simplesmente que não entregaram, sem mais nada!!

Isto parece a perseguição aos judeus. Todos os meios são possíveis para perseguir e intimidar.
Digo-te uma coisa: hoje tive plena consciência que estamos em “guerra” contra um governo muito poderoso. Não deve ser muito diferente do da Venezuela. Apenas está no 1º mundo, integrado numa união “democrática” europeia.

Não escrevi nada, mas sei que para a semana me será apresentado outro papel sem o título “notificação” e eu terei que o assinar, para que, da próxima vez que o meu PCE receber uma chamadinha da DREL, possa dizer : “Está tudo tratado”..

Que tristeza…
Ele nem se lembra que eu me dedico muito aos alunos e até dou apoios pedagógicos na minha componente não-lectiva ( mais nenhum colega de grupo esteve para isso)…

Isto magoa…

R.B.