Cavaco Silva veta lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação

O Presidente da República, Cavaco Silva, vetou hoje a lei do pluralismo e da não concentração dos meios de comunicação social, por considerar não haver urgência em legislar sobre esta matéria. A lei tinha sido aprovada só com os votos do PS e com os votos contra de toda a oposição.

Abstenho-me de me pronunciar sobre a substância da matéria, apenas me concentrando na peculiaridade do argumento formal.

Com esta base, estranhamente subjectiva em alguém tão dado a formalismos protocolares, quase tudo é passível de ser vetado.