“Em pleno dia de reflexão das escolas do país, é com grande orgulho que informo que em reunião realizada hoje, pelas 18:30hrs, na Escola Secundária de Ponte de Lima, a totalidade dos professores presentes reafirmaram a intenção de manter as acções de luta contra estas políticas educativas deliberando, por unanimidade, o seguinte:

Não entrega dos Objectivos Individuais;

– Adesão em massa à greve do dia 19/01 com novas manifestações pelas ruas de Ponte de Lima. Serão também enviados convites às restantes escolas do concelho para que se incorporem numa marcha silenciosa pelas principais artérias desta bela vila minhota;

Marcação de nova reunião geral para o próximo dia 21/01 a fim de concertar novas acções de luta;

– Assinatura da petição sindical a exigir o fim deste modelo de avaliação e alterações ao ECD;

– Proposta para solicitação, através da Plataforma Sindical, dos serviços de uma firma de advogados para combate na frente legal.

Foi mais um dia histórico da nossa escola pois mais uma vez os professores deram provas de uma inabalável união bem como de um espírito de corpo que nos vai conduzir a importantes conquistas, pois é importante que num momento difícil como este não deixemos de sonhar.

Para parafrasear Fernando Pessoa: “Deus quer, o homem sonha, a obra nasce”.

Mas para tal temos que continuar a manter a coragem e a união…

… e assim tornarmos o nosso sonho em realidade!

Mais estou em condições de transmitir que esta posição foi também tomada por diversas escolas de Viana do Castelo, Vila Verde e Braga.”

Saudações,

Maurício Brito

Advertisements