PS chumba projectos do PSD, BE e PEV para suspender avaliação docente

O PS chumbou hoje os projectos do PSD, Bloco de Esquerda e “Os Verdes” para suspender a avaliação dos professores, com os votos favoráveis de todos os partidos da oposição parlamentar. O documento social-democrata contou com a abstenção dos socialistas Manuel Alegre, Teresa Portugal, Júlia Caré, Eugénia Alho e da independente socialista Matilde Sousa Franco, com 114 votos contra e 109 a favor.

No que diz respeito aos projectos do BE e do PEV, Matilde Sousa Franco também se absteve. Os deputados Manuel Alegre, Teresa Portugal, Júlia Caré e Eugénia Alho votaram a favor, o que faz com que estes projectos tenham sido chumbados apenas por um voto (113 a favor e 114 contra), num dia em que as atenções também estavam voltadas para as polémicas faltas dos parlamentares. Os deputados não inscritos, Luísa Mesquita e José Paulo de Carvalho, deram luz verde aos projectos.

Muito interessante foi o desempenho de alguns deputados do PS, docenbtes de profissão, que seria interessante auscultar sobre o modelo de avaliação, caso estivessem a leccionar. Estou a lembrar-me em especial de João Bernardo e Odete João que agora votaram contra os projectos, depois de em relação ao projecto do CDS terem, respectivamente, votado a favor e abstido.

Mas as carreirinhas fazem-se assim mesmo, de cabeça baixa e baias a tornear os olhos.