Bom dia,
venho por este meio e premida pela lamentável notícia que podemos encontrar aqui http://www.min-edu.pt/np3/2805.html e que revela a cegueira patológica de que padecem os residentes da 5 de Outubro, pedir encarecidamente que juntem o nome da Escola Secundária Eça de Queirós, da Póvoa de Varzim (que por acaso tem um Contrato de Autonomia assinado com o ME), à lista daquelas em que os professores aprovaram moção de repúdio ao processo de Avaliação de Desempenho.
A moção aprovada na passada 3ª feira, dia 4 de Novembro, em plenário, foi assinada por 106 dos 116 professores desta escola, e transcrevo apenas o parágrafo final, poupando-vos ao argumentário, que é de todos conhecidos de tão óbvio, sobre as irregularidades, iniquidades, injustiças e ilegalidades deste modelo de avaliação a que querem sujeitar toda uma classe profissional.
.

“É pois perante todos estes argumentos que a Assembleia-geral de Professores da Escola Secundária Eça de Queirós, da Póvoa de Varzim, reunida em 4 de Novembro de 2008, toma a decisão de SUSPENDER A SUA PARTICIPAÇÃO EM TODA E QUALQUER INICIATIVA RELACIONADA COM A AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO do Pessoal Docente, criada pelo Decreto Regulamentar nº 2/2008 de 10 de Janeiro e demais legislação subsidiária, pela defesa da qualidade do ensino e do prestígio da escola pública.

Obrigada.
Dia 8/Novembro lá estaremos, porque esta “onda” a Sr.ª Ministra não vai poder parar nem com notícias destas http://www.min-edu.pt/np3/2805.html
Advertisements