Street Kids, Propaganda (adequado ao momento, desde que esqueçamos o som de batatas fritas no início e a má qualidade da imagem, som e inspiração)

Aqui d’el-Rock, Há que Violentar o Sistema (ou como em Portugal até o punk foi bem educado e receou a f-word)