Os pais começam a acordar! É bom sinal!

Com ligações para notícias muito interessantes.

Quanto à análise da entrevista de MLR, eu já volto ao assunto, em especial às questões do «novo paradigma» da carreira docente, ao novo modelo de gestão e à indescritível forma como Maria de Lurdes Rodrigues acusa de facilitismo o acto de «chumbar» e «deixar no cantinho da sala» (terminologia da titular da pasta, não minha) os alunos com dificuldades. Esta acusação, também ouvida a outra luminárias da sociologice eduquesa, em termos semelhantes (lembro-me do amigo e colega de MLR, o sociólogo João Sebastião naquel’outro Prós & Contras), é de um absoluto despudor para com os professores e revela profundos preconceitos da parte de quem formula este tipo de apreciação, associando-a, por regra, aos alunos provenientes de meios económicos e sociais mais desfavorecidos.

O que significa que a série Uma Entrevista Jeitosa deve chegar aos seis episódios.

Mais logo.