Estão a desfocar-se por completo. Confirma-se que, talvez exceptuando Helena Matos, ninguém tem nada de relevante a dizer, de forma articulada e consequente.