Nota-se logo quando estamos em período de runiões. Faltam o tempo e a disposição para escrever e ler aquilo que em outras alturas seria fácil.

Fica-se com uma mentalidade de manga de alpaca agarrada ao cérebro.

Cruz, credo.

Será que amanhã ainda vou estar pior?