Cerca de 500 professores protestam contra Ministra de Educação

Foram muito perto dos 500 professores que, hoje, a partir das 18 horas, se concentraram junto à Estátua Alfredo da Silva em protesto contra as politicas do Governo em matéria de Educação.

“Está na hora, está na hora, da Ministra ir embora!” – foi a palavra de ordem mais gritada pelos professores, muitos vestidos de negro e empunhando velas.
Os professores acenaram de lenços brancos apelando, em coro, para que Ministra da Educação vá embora.
(…)
Entre os participantes neste protesto, refira-se, porque são personalidades conhecidas da vida pública, encontravam-se professores conotados com os mais diversos partidos – PCP, PS, PSD ou Bloco de Esquerda.
Mas, de facto, esta acção de protesto uniu os professores em defesa da profissão e, sem dúvida, acima de quaisquer intervenção de ordem político-partidária.
No entanto, os manifestantes na Rua Miguel Bombarda, quando se deslocavam para o edifício dos Paços do Concelho, ao passarem junto à sede da Comissão Politica Concelhia do Barreiro do Partido Socialista, na circunstância, ergueram as suas vozes, escutando-se um coro imenso de assobios e gritos : “Mentirosos! Mentirosos!”

Como estive em Setúbal, hoje prescindi da ida ao Barreiro (onde leccionei cerca de 10 anos), mas pelo que sei a minha escola mandou uma delegação numerosa, mesmo sendo de concelho vizinho.

Para neófito nestas andanças, ir a 3 manifestações em 8 dias seria demais, por muita que seja a revolta.

Dia 8 encontramo-nos todos. No meu caso pela primeira vez numa coisa destas e no fim da fila que é para ir descansando nos banquinhos da Avenida, já que não me lembro se a Buchholz fecha nos sábados à tarde.