João Lobo Antunes acabou de dizer, de forma aprovadora, que não sei quem em Harvard escolhia os seus colaboradores «pelo olhar». E acrescentou «e mais não digo» com ar seráfico e sabedor.

Para quando escolher por outros atributos?

Esta gente ensandeceu.