psluta.jpg

Público, 1 de Março de 2008, 1ª página.

psluta2.jpg

Sol, 1 de Março de 2008, p. 4

Já não há solidariedade ou lealdade que resistam. É o salve-se quem puder. Valter Lemos ao tentar arrasar Benavente esquece-se que ele esteve bem ligado às concepções desastrosas que conduziram ao despacho Normativo 98-A/92. Afinal não era ele um dos elementos da Equipa de Avaliação de Alunos do Departamento de Avaliação Pedagógica do Instituto de Inovação Educacional, autor e co-autor de obra fácil de encontrar destinada a vulgarizar pelas escolas os novos conceitos de avaliação laxista típicos da época?

Esquecer-se-á Valter Lemos que um aluno entrado em 1992-93 (quando o modelo de avaliação foi implementado) no 1º ano do sistema de ensino só chegou em 2000-01 ao 9º ano e em 2003-04 ao 12º?

Será que ele não sabe que os péssimos resultados dos alunos portugueses também são de sua co-responsabilidade?

Ou a memória é selectiva?