tsmanif.jpgtsmanif.jpgtsmanif.jpg

Mas há quem insista em ver fantasmas. Quem não perceba. Quem insista em agarrar-se aos seus preconceitos. Quem pergunte como que em descuido, «qual foi o sindicato que organizou isto?» Como se não desse nas vistas. Como se milhares de nós não andássemos nisto exactamente porque sabemos que é a nossa vontade, a nossa liberdade que estão a expressar-se e não outra coisa.

Claro que quem não concebe que sejamos verdadeiramente livres de amarras organizacionais, fica confuso, prende-se sem remédio à sua própria forma espartilhada e redutora de ver o mundo e desconfia.

Adenda: O material que me tem chegado para postar é imenso. Amanhã e 2ª feira irei tentando divulgar o que possa. Não é esquecimento em alguns casos, é mesmo falta de tempo.