A grelha em causa já tinha sido objecto de comentário aqui há mais de duas semanas. Chegou hoje ao Parlamento e ao mainstream mediático, por fim. É bom. Para que se saiba como o modelo de avaliação dos docentes pode derrapar para mecanismos de controle da liberdade de expressão dos cidadãos, neste caso de professores.

Acho estranho que o Primeiro-Ministro desconhecesse o assunto. Afinal com tantos recortes de imprensa e do conteúdo de blogues, logo terá escapado esse tema aos serviços competentes?