Recebi hoje o mail que passo a transcrever, com dois anexos que incluo, resultantes de uma troca de cartas entre uma colega e a sua Coordenadora de Departamento. Situações como esta e outras bem mais complicadas irão passar-se em virtude da implementação apressada, mal planeada e por vezes sem qualquer fundamentação, do novo modelo de avaliação.A divulgação das missivas é feita com reserva da respectiva identidade e escola, a pedido da própria remetente.

Reencaminho dois textos, um feito por mim e dirigido à minha coordenadora de Departamento e outro feito por um grupo, estranhamente de professores não titulares, indigitados para definir as grelhas de avaliação da sua escola, e no qual se inclui a minha irmã, professora de Biologia na referida escola.

Envio também a resposta da minha coordenadora, à qual não respondi por a considerar de tal forma grave que decidi que ignorar seria a melhor resposta. Mas está registada…

Poderão fazer dos documentos que vos envio o destino que melhor vos aprouver. Por razões que compreenderão, caso publiquem a resposta da minha coordenadora, agradeço que retirem os nomes dos dois textos (o meu e o dela) e a indicação da respectivos escola…

São tempos sombrios, este em que vivemos…

Aquilo que me parece é que somos cada vez mais a pôr em causa a nulidade de todo este processo e tenho esperança que esta bola de neve vá engrossando cada vez mais.

Dia 23 lá estarei nas Caldas da Rainha, cidade aliás onde fiz os meus estudos entre o 7º e o 12º ano…

E OBRIGADA POR IREM AGLUTINANDO TODAS ESTAS VOZES DE INDIGNAÇÃO E REVOLTA!

(assinatura) , PQND, não titular e congelada que já devia estar no 8º escalão há 2 anos, do departamento de Língua Portuguesa da Escola Secundária ***********

E aqui ficam os dois documentos em causa (questoes.doc,respostas.doc).