Eu sei que essa foi a estratégia do ME, fazer escoar o tempo possível, o mais depressa possível, do período para consulta e discussão pública da legislação, para mais em período de festas e interrupção lectiva.

Mas, já não era sem tempo:

O Secretariado Nacional da FENPROF reúne esta sexta-feira, dia 4 de Janeiro, em Lisboa. A ordem de trabalhos tem como ponto principal a aprovação de uma posição face às linhas de força do projecto do Governo que visa alterar o actual regime de direcção e gestão das escolas públicas.

Nesta primeira reunião do ano, a FENPROF definirá, também, a sua estratégia de intervenção ao longo do mês de Janeiro, não só junto dos professores e do Governo, mas, igualmente, junto de outros parceiros educativos e sociais, bem como de órgãos de soberania.

A fim de tornar pública as suas posições e iniciativas, a FENPROF promove uma

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

POSIÇÃO E INICIATIVAS FACE AO PROJECTO DE ALTERAÇÕES

AO ACTUAL REGIME DE DIRECÇÃO E GESTÃO DAS ESCOLAS PÚBLICAS

LISBOA, 4 DE JANEIRO (6.ª FEIRA) – 15.00 HORAS

SEDE DA FENPROF (R. Fialho de Almeida, n.º 3)

Convidamos os senhores jornalistas a estarem presentes.

O Secretariado Nacional da FENPROF
3/01/2008

Não quero fazer apressados juízos de valor, mas assinalo algumas coincidências.

Quanto ao essencial, espero para ver se – como em outras alturas – alguém decide pisar na casca de banana, leia-se, nos 40% de participação dos docentes no Conselho Geral, abrindo todo o flanco ao ataque quanto aos interesses corporativistas.