Depois de tomar conhecimento da possibilidade que a tutela vai dar aos alunos de transitarem entre área de estudos – quase que como num sistema de créditos – por forma a completarem o Ensino Secundário evitando as disciplinas em que não conseguem ter sucesso, fiquei com vontade de beneficiar do mesmo regime – designado como de permeabilidade – na minha avaliação como docente.

Como lecciono – para além das ACND – Língua Portuguesa, História e Geografia de Portugal e T.I.C, acabando por pertencer a três Departamentas Curriculares diferentes, gostaria que me fosse possível escolher as avaliações que melhor me conviessem nos diferentes Departamentos.

Por exemplo e por hipótese, escolheria os parâmetros das categorias A e D da avaliação da minha Coordenadora de Língua Portuguesa, os parâmetros da C da do Departamento de História e os da categoria D do Departamento em que estão incluídos os professores de TIC.

 Acho que seria justo pois, pelo menos, teria direito ao mesmo tipo de facilidades que são concedidas aos alunos. Afinal, se é para implementarmos a “Pedagogia do Sucesso” por qualquer método, ao menos que possamos beneficiar da mesma lógica na nossa própria avaliação.

Ou o sucesso quando nasce não é, afinal, para todos?