O ministro da Saúde, Correia de Campos, aconselhou ontem que as sobras de medicamentos deixados nas farmácias devem ser entregues aos pobres, evitando, assim, o desperdício de fármacos. (Diário Económico)

«Certamente, essa associação tem pobres inscritos da 5ª feira ou da 6ª feira. Talvez pudesse facultar esses produtos farmacêuticos para serem utilizados», respondeu Correia de Campos na ocasião. (TSF)

Notícia e justificação em imagens da Sic-Notícias aqui.