O debate que ontem aconteceu na RTPN sobre a blogosfera e, na parte final, sobre as potencialidades pedagógicas e educativas dos blogues.

Quatro senhores, de que só conhecia o Paulo Querido, pois de todos os outros fiquei sem perceber o nome ou quais serão os respectivos blogues, dissertaram de forma tão sensaborona que quase me convenceram a fechar o blogue, de tão satisfeitos estavam com o seu próprio papel de “profetas” (não estou a gozar, houve um que usou essa expressão para qualificar o grupo) da blogosfera nacional.

Se isto é para andarmos todos com punhos de renda por aqui, a imitarmos os jornais sem gastar o papel, não vale a pena.