Professores do Funchal chamados pela PSP após manifestação contra o Governo

Alguns dos professores que se manifestaram no Funchal em Outubro do ano passado contra a política do Ministério da Educação estão a ser convocados para deporem na PSP.
As presidentes do Sindicato dos Professores da Madeira (SPM), Marília Azevedo, e da direcção do Secretariado Regional do Sindicato Nacional dos Professores Licenciados pelos Politécnicos e Universidades (Spliu), Alzira Garcia, confirmaram que foram convocadas pela PSP.
“É estranho que, decorrido este tempo todo, sejamos agora chamados a depor”, disse à Lusa a presidente regional do Spliu. Alzira Garcia admite mesmo que “esta pode ser uma tentativa de uma possível intimidação”, mas sublinhou que “só se intimida quem quer”.
“Fui informada por via telefónica e aguardo, com calma, vir a depor no próximo dia 31 de Janeiro”, acrescentou a sindicalista. (Público)