O mais estranho é que os quesitos apresentados aos eleitores para decidirem sobre o seu voto ainda hoje fazem sentido.

E isso é que é uma tristeza…