Aí está mais uma versão retocada e maquilhada da proposta de revisão do ECD, que a colega Maria Simões já me enviou e que se encontra disponível, por exemplo, aqui.

As alterações são por vezes ridículas, embora agora se explicitem claramente as situações de falta equiparáveis a serviço docente efectivo. Fico sem saber se a minha equiparação a bolseiro conta, mas isso é o menos importante.

Entretanto, é criado um Conselho Científico para a Avaliação dos Professores que, confesso, talvez não seja uma ideia má de todo para tentar uniformizar critérios e supervisionar todo o processo.

Fico sem perceber exactamente que composição virá a ter pois esse assunto e o seu modo de funcionamento é remetido para um diploma próprio, mesmo se é admitida a nomeação imediata do seu Presidente.

Não é por nada, mas isto deixou-me curioso.