OK, tenho uma certa preferência pelo David Byrne desde o tempo dos Talking Heads. São problemas geracionais.

Mas acho que esta música original do Cole Porter tem a mensagem certa para o momento que vai passando.