Protagonistas


António Sampaio da Nóvoa: Nunca tivemos uma política educativa tão extremista e tão fundamentalista, pelo menos desde os anos 50

A entrevista de Anabela Mota Ribeiro tem imenso material e a crítica que é feita por António Nóvoa radica-se num conhecimento profundo da nossa História da Educação.

Deve ser por isso (e por um evidente complexo de inferioridade académica que não consegue disfarçar) que o Ramiro Marques decidiu atirar-se a ele e branquear o seu próprio passado de “radical esquerdista” no pós-25 de Abril. :-)

Da mesma forma, há quem agora o apareça a elogiar quando antes levantava reservas à sua análise fundamentada da situação da nossa Educação.

Em tempos destes, os extremos desorientam-se perante a sensatez.

Haverá camas para todos?

Porque isto é mais do que uma chuva de estrelas… é uma torrente… e todos querem ser CR7′s.

Exp1Nov14

Expresso, 1 de Novembro de 2014

A proporção dos votos parece ser de 2 para 1 ou mesmo acima. O update vai sendo feito por aqui.

Aqui pelo blogue, entre eventuais militantes e simpatizantes, o costismo ainda é mais forte do que no país (proporção de 3 para 1), embora mais de metade do pessoal não pareça ter ficado entusiasmado com a disputa.

SondaPS

A minha atenção vai agora para dança das cadeiras que se vai seguir, por exemplo, no Parlamento e direcção do PS. Se for para regressarem os lacões e outros assim ou para promoverem o galamba mais novo… phosga-se!

E sou obrigado a confirmar que o António Costa foi atropelado por um (inesperado) animal razoavelmente feroz.

O engenheiro deve ter roído as unhas até ao cotovelo.

O seu homem, fora da Quadratura do Círculo, perde o brilho.

Ligação enviada pela A. C.:

Apostar na educação para reinventar Portugal – Entrevista a António Nóvoa

Exp7Jun14b

Expresso, 7 de Junho de 2014

Como com Costa, o problema são os “empurrantes”. Se é para servir de testa de ferro a oliveiras&rosas, mais vale ficar quieta e independente de quem sabe que não tem capacidade para fixar a atenção de um eleitorado. O que ela tem…

É sempre divertido encontrar estas velhas notícias e análises.

Já lá vão quase 25 anos, quando MRS se candidatou, a contragosto de Cavaco mas para alegria de Portas, à CML. Com os resultados que sabemos.

Para quem fala que o nosso país é pouco estável basta reparar como ainda são os mesmos – mais o pedrocas que nesta altura andava pela jota laranja – a construir boa parte da actualidade, só que mudando deposição relativa no tabuleiro.

IMG_3454IMG_3456

Independente, 30 de Junho de 1989

 

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 958 outros seguidores