Desvinculação Total


Fica aqui e é de um rigorismo verdadeiramente assombroso: ManualAplicKeyforSchoolsRWL-1.

Alguns excertos deliciosos… o primeiro que nos fará andar a tirar medidas às salas e outro que me deixa algo espantado. Só podem escrever a lápis? Isso não é… menos adequado a um teste que se pretende… imune a… coisas?

Ahhh… não esquecer o guião de todas as palavrinhas que devem ser ditas… para o caso de sermos todos muito estúpidos.

KeyForSchools

(…)KeyForSchools1

Este ano entrou em vigor a vocação forçada dos maus alunos aos 13 anos.

Para o anos teremos as vocações à saída do 1º ciclo, para os alunos cujas famílias já tenham escolhido a sua futura profissão. Dá-se-lhe 20 horas de Matemáticas, Ciências e Tecnologias, 6 horas de Português e outras 6 distribuídas pelas restantes disciplinas, que é para a acriança ficar imersa na sua vocação e não ter quaisquer dúvidas sobre o que deseja ser.

Sei que pode ser ao contrário, mas a aposta nas STEM é a menina dos olhos do Rodrigo, do Nuno e de todos os desenvolvimentistas e piresdelima que colocam a criança no centro das suas atenções.

A bem das Empresas e da Pátria!

 

… nestes governantes de pacotilha.

O próximo quadro comunitário de apoio, o Portugal 2020, arrancará uma reorientação dos fundos para o sector privado, nomeadamente para as PME. Esta inversão segundo, o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Castro Almeida, trará resistências de vários sectores da sociedade, mas o governante disse estar preparado para resistir. Se vai conseguir vencê-los afirmou não saber, mas pede ajuda ao comentador Camilo Lourenço.

 

Há de vários tipos e configurações, quase nunca aconselháveis a gente de hábitos higiénicos.

(falo daquela coisa da necessidade de haver acordos de regimes para que os interesses se mantenham sempre repartidos pelos interessados e também pelos conexos, não é apenas o Centrão, alarga-se a todo o Pãntano).

  • Uma variedade é a daqueles que, por exemplo, convivem na imprensa dita plural porque tem vários tons de cinzento acastanhado, como numa dada página da Visão em que o recadeiro Marques Mendes e o americano Luís Amado debitam prosa semanal tão peganhenta que nas últimas edições da revista (de que sou assinante desde que me lembro, nada de processos, ok?) aquela parte me surge tão colada quanto uma centerfold dos anos 70 depois de passar pelas mãos de adolescente não alternativo.
  • Mas há outra variedade menos mortiça e mesmo mais divertida que é a dos apologistas do compromisso que são adeptos das políticas e dos políticos que não admitiam compromissos, do tipo Dama de Ferro e mais além. Não há nada mais caricato do que ver um liberal engomadinho (daqueles que têm êxtases em sucessão a cada vez que revêem um discurso da Margareta ou do Ronaldo, o americano, ou agora do Ted Cruz, o filibustar de fralda contra o Obamacare) defendendo o imperativo patriótico do compromisso para o interesse nacional.

Do cruzamento destas tendências nasceu o JCEspada tardio.

… pelo menos desde as 11.30.

Pacóvia

No Barreiro, anda pelas ruas.

Pacóvia1

No Roque Santeiro havia um personagem (Sinhozinho? Zé das Medalhas?) que explicava muito bem alguns dos efeitos da acumulação de humores.

DN17Nov13

DN, 17 de Novembro de 2013

Segurança Social pede a homem que devolva dinheiro recebido durante “gravidez de risco”

(…)

A carta, assinada pela directora da unidade de Desenvolvimento e Administração de Recursos Humanos, tem como destinatário Albino Dias Ribeiro, ex-funcionário dos serviços. Ouvido pelo jornal, o homem responde com humor. Diz não se recordar da gravidez mas “espera” uma “recompensa por ter sido o primeiro grávido do país”, caso se confirme.

Cavaco Silva na Suécia a falar Sueco…  ou inglês que parece sueco, tentei que o youtube fizesse a legendagem automática mas nem sequer conseguiu identificar a língua que o presidente fala

… abriu o Talho dos Segredos.

IMG_2355IMG_2357

Mas era falso alarme… as carnes em exposição serão outras.

… @ protagonista.

Portas reuniu-se com equipa de Woody Allen para negociar filme em Lisboa

ERxpresso21set13

Expresso, 21 de Setembro de 2013

Isto está bonito, está!

  • Possibilidade de uma prova de ingresso só com a ganga teórica com que o actual MEC gozava há tão pouco tempo e sem verificação dos conhecimentos científicos específicos, por certo para melhor determinar que “só ensina quem sabe”. Mas sabe o quê, afinal?
  • Um modelo de formação contínua em circuito fechado em que serão formadores, no fundo, quem já o era no modelo antes criticado por ser mau e insuficiente, em sistema de auto-financiamento para que o MEC possa fugir às suas responsabilidade de assegurar o que está legalmente estatuído.

A isto acresce um modelo de ADD que caiu no ridículo absoluto, pois finge-se que quem avalia tem capacidade acrescida para o fazer só porque está mais adiante na carreira ou alinhou – ou foi obrigad@ a alinhar – nas ridículas fases anteriores da ADD.

Isto faz-me lembrar não propriamente uma aristocracia falida a fingir que ainda é o que já foi mas sim um conjunto de arrivistas a tentar parecer o que nunca serão por falta de arte, engenho ou mesmo tostão, mas cheios de manhas.

(Mas o grande segredo está mesmo em retirar dos exames nacionais em especial a partir do 9º ano a malta do insucesso recorrente para depois dizer que foram estas reformas que levaram à melhoria sensível dos resultados ali por 2015. Tudo como dantes, porque somos todos ignorantes.)

Casos de DCE negados por causa de vinhetas colocadas uns centímetros fora do lugar pelos médicos no impresso devido.

Quais Sírias, quaisquê!

A malta vai logo de machete em riste e à cabeçada…

Machete anuncia resposta de Portugal a contestação espanhola sobre as ilhas Selvagens

Portugal prepara-se para enviar documento à ONU onde reteira as suas intenções em relação à Zona Económica Exclusiva das Selvagens, tendo em conta o estatuto que defende para estas ilhas.

E Olivença, pá?

Saberá a FNE que as pessoas já receberam ordem de mobilidade? Ou vai remendar-se tudo de novo como no ano passado e varrer para debaixo do tapete a porcaria que andaram a fazer? Outra vez…

FNE afirma que MEC vai corrigir divergências entre legislação e negociações

O secretário-geral da FNE disse que o MEC se mostrou disponível para acolher as sugestões da federação para “corrigir divergências” entre a legislação publicada e o que foi negociado.

A “Salvação Nacional” está entregue a Alberto Martins, Jorge Moreira da Silva e Pedro Mota Soares.

Entre este casting e o da Tourada dos (quase) Famosos venha o Tino de Rans e escolha.

doomed

Há ou não há governo?

Se bem percebi, há o mesmo, com o demissionário por demitir.

Há ou não eleições?

Se bem percebi, é para haver para o ano, desde que PS, PSD e CDS concordem em governar, sejam quais forem os resultados.

Ou seja, Cavaco Silva, na sua pseudo visão formalista e minimalista da presidência, assumiu a presidência do Conselho de Ministros.

Caso o Spielberg esteja ocupado, há sempre o J. J. Abrams.

 

4. Arrufo passageiro.
.

Maria de Luís Albuquerque governante desconhecia as acções de, por exemplo, Maria de Luís Albuquerque gestora pública.

 

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 835 outros seguidores