Digam lá o que disserem os especialistas e frequentadores dos corredores e gabinetes que andam por lá por não serem capazes de fazer outra coisa em condições e nem mesmo essa a sabem fazer.

Exp21Set13a

Ao contrário do que querem fazer crer, não é professor quem não sabe fazer outra coisa. Quem não sabe fazer nada de útil é que é quadro permanente ou esperançoso contratado da política, consultoria ou assessoria.

Se as coisas se devem decidir – como alguns afirmam – com base no grau de satisfação dos “clientes” numa lógica de mercado, o que é que os ex-relvettes, ex-borginhos, ramirílios, rosalinos e outros seres igualmente dispensáveis para o bem estar geral têm a dizer sobre isto?

Que justificação existe, portanto, para a cruzada anti-professores do actual governo, sendo ele formado por uma cambada de ineptos que seriam incapazes de gerir uma semana de aulas no 3º ciclo em ambiente não protegido?

Quem serão os verdadeiros encostados ao Estado? Os que conseguem satisfazer aqueles para quem trabalham ou a rafeiragem que infesta o aparelho político que nos desgoverna?

Exp21Set13

Expresso, 21 de Setembro de 2013

About these ads