Agosto 2011


Bow Wow Wow, I Want Candy

Mas do baratinho.

Concurso Nacional de Docentes 2011/2012 – Necessidades Transitórias

Quase 40 mil professores contratados não foram colocados, menos 4500 em comparação com o ano passado.

Escolas desactivadas vão ser colocadas à venda, Leiria, uma das vinte autarquias mais endividadas, vai vender 27 edifícios.

Nuno Crato na Universidade de Verão do PSD: a importância (pouca) e a necessidade (muita) de avaliar os professores, a qualidade do ensino e a motivação dos alunos. Nuno Crato ainda não sabe se irá ser seguida a recomendação da Provedoria da Justiça que recomenda a indemnização dos professores contratados não colocados.

Ministro Miguel Relvas inaugura novo Centro Escolar de Ferreira do Zêzere

Página 47 do documento (49 do pdf). Isto vai fazer muito sangue e vai necessitar de uma forma inteligente de demonstrar que se vai cortar no essencial, enquanto se mantém a tripa-forra em certos nichos.

Vamos ter de continuar…?

Quanto ao Ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário, em matérias relacionadas com questões curriculares e de qualificação será apresentado um conjunto de medidas com impacto significativo na redução da despesa pública – em particular, ao nível da necessidade de contratação de recursos humanos –, de entre as quais merecem referência especial as seguintes:

  • supressão de ofertas não essenciais no Ensino Básico;
  • revisão criteriosa de planos e projectos associados à promoção do sucesso escolar;
  • reavaliação e reestruturação da iniciativa Novas Oportunidades;
  • outras medidas de racionalização de recursos, nomeadamente quanto ao número de alunos por turma, no ensino regular e nos cursos EFA (“Educação e Formação de Adultos”).

Reitera-se que o esforço de contenção financeira será firmemente prosseguido, mas sem que tal prejudique os objetivos que devem nortear as atividades na área educativa. A este propósito, refere-se que serão adotadas medidas como as conducentes ao alargamento da escolaridade mínima obrigatória e o aumento da carga horária nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática dos 2.º e 3.º ciclos, que, em alguns casos correspondem a despesas adicionais, mas que não comprometem um balanço global positivo ao nível da redução de custos.

Quanto a matérias no âmbito da Administração Escolar, relevam-se as seguintes medidas:

  • racionalização da rede escolar, designadamente o encerramento de escolas do 1.º ciclo com um número de alunos reduzido e a agregação de escolas em agrupamentos;
  • ajustamento dos critérios relativos à mobilidade docente, racionalizando os recursos humanos da educação e promovendo, por esta via, o regresso de professores às escolas, especialmente daqueles cuja responsabilidade financeira tem sido imputada ao Ministério da Educação e Ciência.

A redução salarial na Função Pública?

Só que já se tinha percebido que o truque era renovar anualmente a não-inconstitucionalidade.

Agora aí está a confirmação na página 40 (42 do pdf) do documento sobre a estratégia orçamental até 2015:

A redução média em 5% dos salários do sector público ocorrida em 2011 irá manter-se em 2012, eventualmente com os aperfeiçoamentos considerados necessários.

Neste caso o Provedor não se pronuncia? Não é por falta de reclamações recebidas…

Candidatos  a DACL e DCE:

2011-2012 – 4042
2010-2011 – 2093
2009-2010* – 11880
2008-2009 – 3282

Docentes colocados (DACL e DCE):

2011-2012 – 2192
2010-2011 – 1321
2009-2010* – 10663
2008-2009 – 2475

Docentes não colocados (DACL e DCE):

2011-2012 – 1850
2010-2011 – 772
2009-2010* – 1217
2008-2009 – 807

Em relação à DREN voltou à caixa de comentários a hipótese de João Grancho (e não Granjo) vir a ser o senhor que se segue.
Entretanto, oficiosamente, foi tomado conhecimento da substituição da actual DREC, embora sem saber o nome de quem se segue.

Aguardam-se confirmações. Quanto à DRELVT, estranhamente, não se houve falar numa candidata de que se ouvia muitas vezes falar há uns tempos.

HÁ COISAS QUE NUNCA MUDAM

Horários declarados pelas escolas:

2011-2012 – 18118
2010-2011 – 23457
2009-2010* – 30922
2008-2009 – 18470

Candidatos à contratação ou renovação da colocação – Candidaturas válidas:

2011-2012 – 47732
2010-2011 – 47466
2009-2010* – 41366
2008-2009 – 37413

Docentes contratados (obviamente, não inclui DACL e DCE):

2011-2012 -12747
2010-2011 – 17275
2009-2010* – 15043
2008-2009 – 13979

Candidatos não colocados (obviamente, não inclui DACL e DCE):

2011-2012 -34985
2010-2011 – 30191
2009-2010* – 26323
2008-2009 – 23434

* Ano em que houve concurso nacional

Ricardo Carvalho abandonou estágio da selecção porque percebeu que não iria ser titular

Acima das 12.500 contratações, entre renovações e novos contratos. Não é a hecatombe anunciada, mas é uma redução superior a 25% bem relação aos números do ano passado, que uso de memória (acima dos 17.000 colocados, salvo erro).

Atenção que esta foi uma abordagem holística tendo por base que cada folha completa tem, pelo menos, 40 professores listados.

Diz que da próxima vez vão enviar as listas para os blogues – fica (muito)  mais barato e é menos vergonhoso porque funciona.

Já agora, também ficaria mais rápido e eficiente (e transparente) se fossem os blogues a organizar as listas.

Publicitação das listas definitivas de ordenação, exclusão, colocação, de não colocação, de desistências e de retirados das necessidades transitórias

Trabalho extraordinário do José Marques no Pé-ante-Pé:

Concurso Nacional de Docentes 2011/2012

Resultados por grupo de recrutamento da 1ª lista (não oficial – a página da DGRHE deixou de estar disponível) das renovações dos contratos em 2011:

De 9998 para 7915.

Se extrapolarmos essa tendência para a globalidade das colocações, haverá perto de 12.000 professores contratados colocados contra os 15.000 do ano lectivo transacto.

Algo corre mal em termos técnicos? Ao fim destes anos de concursos? Depois dos fiascos nos tempos de David Justino e Maria do Carmo Seabra?

Acaso? Não acredito. Incompetência? Depende…

Mas o pessoal tem três dias… não vale a pena stressar, pensarão alguns.

Há um blogue onde não costumo fazer comentários que fez um ponto da situação sobre os concursos, adiantando números sobre as listas e referindo au passant que estavam disponíveis em blogues que nem nomeou (estão no Proflusos e no Blog DeAr Lindo).

Contra o que me é habitual, deixei lá dois comentários duros contra esta prática de vampirismo e ensimesmamento blogosférico (e depois o umbiguista sou eu…).

Um bocado depois, o post já tinha os links, mas os meus comentários tinham desaparecido. Deixei outro, que deve ser objecto de desaparecimento. Mas ao menos, avergonhou-se.

Porque estiveram on e depois passaram a estar off. Cuidado, portanto. Estão no ProfLusos.

Uma das mais esperadas (renovações) fica aqui: RenovaçõesContratados. Acima das 7000, pois são mais de 180 páginas a cerca de 40 professores por página. Falta contabilizar as outras colocações, pelo que suponho que o número de contratados deverá chegar ao valor que pensei inicialmente (cerca de 10.000).

Devem estar a carregar as listas. Pela hora do almoço…

Tipo à baldex, algumas pessoas que se acham com jeito? Sem qualquer verificação?

Voluntários também vão cuidar de bebés nas creches

Era uma reivindicação antiga das instituições de solidariedade. Lá para Outubro, o país deverá ver aumentado o número de vagas nas creches. A portaria que permite ter mais crianças em cada sala já seguiu para publicação. Voluntários serão chamados para reforçar os cuidados.

 

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 836 outros seguidores