Setembro 2010


Toro Y Moi, Leave Everywhere

4R – Quarta República:

Eu renuncio!

Do Portugal Profundo:

O pacote tapa-buraco

Fliscorno:

Sócrates Crabtree

Porta da Loja:

A crise social em retrato fotomaton

Reparem na diferença de disposição entre o pisca-pisca compungido da noite anterior e a bravata par(a)lamentar de hoje:

Montagem do Calimero Sousa.

… não vai mesmo haver concurso para ingresso na carreira em 2011.

Está provado. Fora do sistema nacional semos os maiores.

Ainda bem, que eu estava aqui meio a ferver se perdessemos…

Hoje é Silva Lopes na RTP a dizer que o acordo com os professores custou 400 milhões de euros, arrancados aos bolsos dos contribuintes [sic].

Esta gente não tem mesmo um pingo de vergonha na cara. Onde e como é que estes números são possíveis? Com o congelamento das progressões em 2011, quer Silva Lopes dizer que os 400 milhões de euros foram o custo das progressões dos professores este ano?

Mesmo que isso fosse aplicado aos 115.000 docentes dos quadros (por hipótese lunática) isso significaria quem em 2010 cada professor teria recebido mais 3.500 euros, coisa de mais 250 euros mensais a mais para todos.

Mas esta gente não se coíbe de MENTIR?


Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 950 outros seguidores