Novembro 2008


Kevin Rowland, Concrete And Clay

Eu ia postar algo dos Dexys Midnight Runners, mas dei de caras com esta preciosidade e… claro… um clássico é sempre um clássico, por arrepiante que seja a versão.

voadora

Não resisti, acho que tenho uma foto de uma manifestação com ele, mas à distância. Assim fica muito melhor…

rtp

30 de Novembro de 2008, 22.38 da noite, site da RTP.

Que com jeitinho vamos todos juntos para o Parlamento Europeu…

Ministra da Educação recebe “importante” apoio da Juventude Socialista

É verdade… ao andar pelos arquivos do Umbigo para fazer-lhe uma breve história e seleccionar textos para uma coisa em forma de livro que se espera não muito desinteressante, percebi que o Umbigo faz hoje três anos de vida, pois o prirmeiro post data de 30 de Novembro de 2005, sendo que vida a sério começou a ter exactamente seis meses depois, a 30 de Maio de 2006, quando passou a ter postagem regular. Até aí tinham sido feitos apenas 14 posts, sendo que os restantes 6.586 vieram nos 30 meses seguintes que agora se assinalam, para além dos 36 do aniversário propriamente dito.

Os comentários vão em quase 120.000 fora aqueles que têm ido parar à caixa do spam, que hoje nem quero abrir, pois nos últimos dias caíram por lá coisa de 600, sendo que uma boa quantidade é de legítimos e não de propostas para eu ir a um casino online, aumentar a minha masculinidade. espreitar diversas modalidades de sexo virtual ou pics e vídeos de raparigas e senhoras em poses mais ou menos estimulantes para quem não tem o estímulo real necessário e/ou indispensável para dispensar tais estimulações.

Mas regressando ao essencial…

Pois, é possível que daqui por uns meses apareça um Umbigo em papel, pois já vi o contrato e parece real. Com o menos mau do que aqui foi publicado, mais umas originalidades em seu redor. A seu tempo pedirei a devida autorização para incluir alguns textos alheios que aqui foram postados, à maneira de estrelas convidadas para abrilhantar a coisa.

Entretanto, por hoje vou ali acabar a introdução que o prazo para a entrega minguou bastante desde a última vez que olhei para ele.

anp29nov08anp29nov08a

Tivemos direito há pouco, no espaço Futuro Hoje do noticiário da 8 da SIC, a um espaço alongado sobre o Magalhães e a JP Sá Couto com todas as características de uma vulgar publireportagem, daquelas que se inserem nos jornais na secção de Classificados.

Os critérios de interesse editorial não são da minha competência, obviamente.

Mas fico curioso com o interesse de uma reportagem destas, acerca de uma empresa que funciona, para todos os efeitos, em situação de monopólio no fornecimento daquele equipamento para as escolas portuguesas do 1º CEB. E de um equipamento que é fornecido sem qualquer hipótese de concorrência.

Claro que não critico os gestores (bons!) da empresa que beneficiam deste contrato e de tamanha cobertura mediática.

Ou de um contrato para o fornecimento de um milhão de computadores para a Venezuela, enquanto se fornecem 700.000 para o mercado interno, para não falar em outras promessas de compras da Líbia e de angola.

Só que me posso interrogar se este tipo de peça é de incontestável interesse para o público ou para as partes envolvidas, a saber, o Estado português e a JP Sá Couto, sendo que esta, tendo o negócio assegurado, já nem terá muito a ganhar pela publicidade.

O que me leva a concluir que isto seria propaganda.

Página seguinte »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 918 outros seguidores